segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Desenhos que marcaram uma geração

Lembra quando você era pequeno e acordava cedo só pra assistir os desenhos do Xou da Xuxa, munido de uma cobertinha e um copão de achocolatado com bolachas recheadas? Sim, isso era muito bom. Hoje em dia parece que as crianças perderam esse prazer, pois acordam as onze horas da manhã e correm pro vídeo game ou computador. Tá certo que os desenhos de hoje são bem fraquinhos né? Enfim, vamos relembrar aqui os maiores sucessos do fim dos anos 80 e início dos anos 90.

Thundercats

Esse desenho era sucesso total entre a garotada. Que menino que não teve uma espada dos Thundercats? Até meninas tinham a famosa espada de Tandera. Hoje em dia tem uma espécie de remake desse desenho rolando aí, e até que não é ruim não. É bom pra criançada de hoje conhecer nossos heróis da infância. Mas é fato que o original é muito melhor, pelo menos eu acho.





Cavaleiros do Zodíaco

Como não falar dos Cavaleiros? É incrível como esse desenho fez parte da infância de todo mundo, e o melhor, ainda faz. Passava na extinta, e adorada, Rede Manchete. A Manchete por sinal fez a alegria de muitas crianças, pois contava com os melhores desenhos existentes na época, tais como Yu Yu Hakusho, Shurato, Super Campeões e é claro, Os Cavaleiros do Zodíaco. Quem é que nunca brigou com os amigos na hora de brincar de Cavaleiros, só porque não queria ser o Shun. Eu era sempre o Shiryu!

A nossa turma – Get Along Gang

Cara, esse desenho era fantástico. A musiquinha de abertura me emociona até hoje.  O desenho foi extremamente curto, tinha menos de 15 episódios, mas era tão reprisado que nem dava pra reparar nesse pormenor. As aventuras de Montgomery e sua turma ficaram marcadas de verdade, com lições de amizade e companheirismo. Difícil ver desenhos desse naipe hoje em dia.

He  Man e She Ra

Falo junto desses dois porque além de serem irmãos gêmeos, She Ra era apenas uma versão feminina do desenho do He Man, mas os dois eram sensacionais. Talvez com uma visão mais aprofundada, possamos suspeitar de um cara  que usa um cabelinho Chanel e quando liberta seu poder fica todo bronzeado e com uma tanguinha de pelos. Mas isso é muito pequeno perto do que ele representava para uma geração de crianças. She Ra também não ficava atrás, pois era tão poderosa quanto o irmão e baixava o cacete nos inimigos sem dó nem piedade. O interessante era que os desenhos sempre acabavam com uma lição de moral valiosa pra criançada. He Man também teve um remake recentemente, mas esse eu confesso que não vi.

Caverna do Dragão

Caverna do Dragão também tinha pouquíssimos episódios, 28 se não me engano, mas foi o suficiente para arrebanhar uma legião de fãs pelo mundo. O mais intrigante nesse desenho é que ele não teve um final, o que gera especulações até hoje, com diversas teorias sobre o episódio derradeiro dessa série. Na verdade, o final foi lançado em um livro, mas nunca produzido como desenho animado, o que deixa os fãs extremamente furiosos até hoje. Até eu já criei uma versão para o final. Imagina que foda seria se um portal abrisse e dele saíssem os Thundercats, dessem um pau no Vingador e naquele Mestre dos magos,(que é mala pra caramba), salvassem os garotos e fossem comemorar em Springfield, comendo um Krusty Burger. Seria um sonho se tornando realidade.


Quer mais Nostalgia? Clique AQUI.


Esses são os desenhos que selecionei pra hoje, mas é claro que temos muito mais a serem lembrados no próximo post. Tem uma sugestão? Deixe sua opinião aí nos comentários. Abraços!

Um comentário:

  1. comemorar em Springfield, comendo um Krusty Burger feito pelo Bob Esponja

    ResponderExcluir