sexta-feira, 19 de setembro de 2014

X Activia

Bom amigos... o tempo tá curto, e a grana mais ainda... Sim, eu sumi, mas hoje mandarei uma singela receitinha! Tentem fazer as suas e me mandem, publicarei todas!!!!

Receita do dia: X- Activia


Bora começar então? Os ingredientes tão aí!


quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Os 8 personagens mais surpreendentes dos Animes

Animes estão entre as coisas mais adoradas no mundo, tanto por crianças como por adultos, e uma coisa que sempre causa controvérsia é aquela velha discussão: “Esse personagem acabaria facilmente com o seu!” Particularmente acho essas discussões bem inúteis, pois não tem nem como comparar um personagem de certo anime com outro, pois os enredos são bem diferenciados, e cada personagem tem uma personalidade única e cativante. Eu por exemplo, separei hoje alguns dos personagens com os quais EU me identifico e essa lista não tem nenhuma verdade absoluta, apenas a minha opinião. Espero que gostem!


Luffy (One Piece)

Alguns personagens agem por razões relativamente complicadas. Outros personagens funcionam porque cativam as pessoas mais difíceis. Luffy, a maioria concorda, pertence a esta última categoria, sim, não podemos negar que o carinha tem carisma. O homem borracha dos animes aí sonha em ser o Rei dos Piratas, pois acredita que assim será o homem com mais liberdade do mundo.

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Os melhores filmes de animação de todos os tempos

Falar sobre filmes aqui no blog já se tornou um assunto recorrente, mas recentemente percebi uma coisa que me incomodou: “Eu nunca falei sobre animações aqui!” Isso é inaceitável! Por isso hoje decidi despertar a criança que existe dentro de todos nós e falar um pouco sobre as melhores animações que eu já vi na minha vida!

Wall E

A ideia inovadora do filme é extraordinária. Mostrar robôs demonstrando sentimentos é uma coisa que realmente pode nos tocar. O filme tem muito a dizer, mesmo não tendo quase nenhum diálogo, e foi exatamente isso que cativou tantas pessoas!

terça-feira, 5 de agosto de 2014

8 games que dariam excelentes filmes

Não é qualquer jogo de sucesso que pode virar um filme, isso é uma verdade. Outra verdade é que a maioria dos filmes inspirados em jogos, acabam sendo imensos fracassos (Não me façam lembrar de Doom, por favor!) O fato é que temos jogos com histórias fantásticas, que realmente dariam ótimos filmes. Vamos conferir alguns!

Bioshock

Um jogo recente e magistral. A história é até um pouco complexa, e eu precisaria de um post inteiro apenas para explicar. A trama ocorre em 1960, depois que um cara chamado Jack se vê como o único sobrevivente de um acidente de avião e acaba em uma estranha cidade submersa, rodeado por entidades nefastas. Seria até meio bizarro nas telonas, mas poderia ser um filme tão visualmente deslumbrante, épico e original que sua complexidade e estranheza passariam batidos.

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

6 animais artificiais que você não vai acreditar que existem

Enquanto você está aí na sua casa, pensando calmamente no que vai comer daqui a pouco, os cientistas do mundo todo trabalham arduamente para criar coisas assustadoras. No post de hoje você vai ver como pesadelos podem se tornar realidade em forma de animais artificiais.

Cavalos robôs

Sim, essas coisas bizarras que se parecem cavalos, na verdade são criaturas semiautônomas que são chamadas de LS3s. Um técnico caminha na frente, dando ordens que os LS3s obedecem alegremente... Por enquanto! O LS3 é um projeto conjunto entre a DARPA e do Google Boston Dynamics. Essas criaturas cavalo estranhas, são destinadas a ajudar os soldados a transportar seus equipamentos no campo de batalha, mas ninguém nunca vai me convencer de que o Exército não está secretamente planejando montar essas coisas numa guerra. Um LS3 tem uma capacidade de carga de 180 kg, ou seja, ele pode caçar e carregar dois ou três seres humanos se ele assim quiser, e você não vai conseguir escapar. Sim, o LS3 sabe como localizá-lo pelo som  também.

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Tristes verdades sobre Os Simpsons (parte 2)

Há exatamente um ano, o Não Kibo entrava no ar. Sim, meus amigos, hoje é aniversário do blog, me deem os parabéns. Devo tudo a vocês que acompanham diariamente as matérias! A primeira matéria do blog foi “Tristes verdades sobre Os Simpsons”, que foi bastante comentada e compartilhada, sendo até hoje um dos posts mais visitados do Blog. Por isso, para comemorar esse aniversário, decidi publicar uma segunda parte daquela matéria, afinal Os Simpsons sempre dão as caras por aqui, por ser meu desenho favorito. Espero que gostem. Antes de mais nada entendam que eu sei que é só um desenho e blá blá blá, mas como está há 25 anos no ar, temos que concordar que querendo ou não, ele nos passa muitas coisas, desde exemplos bons a exemplos ruins. O que nos resta é saber diferenciar! Avraços a todos!


A negação de Marge

Marge vê o melhor em sua família, como vê o melhor em todos. Mas ela escolhe ver apenas o melhor, ignorando completamente as suas falhas óbvias. Tão forte é a sua fé na beleza interior e bondade em todos, que ela simplesmente se esquece de que seu marido é um perigo para si mesmo e aos outros, se esquece de que Bart está totalmente fora de controle e até esquece o fato de que Maggie vai eventualmente crescer e tornar-se independente. Marge vive em constante negação. É inspirador, é claro que ela possa enxergar o melhor em uma família tão desestruturada, mas irritante que ela escolha simplesmente ignorar os seus muitos problemas.


quarta-feira, 30 de julho de 2014

7 razões para você acreditar em fantasmas

Eu acredito que há uma série de boas razões para, pelo menos, estar aberto à ideia de que os fantasmas podem muito bem viver entre nós. Eu sei que nenhuma delas por si só constitui uma prova de que os fantasmas existem, mas quando combinadas nos dão um bom exemplo de que pode haver algo de concreto por trás dessas coisas que fazem barulho durante a noite.

Contatos mediúnicos

É claro que, por causa da história de fraude tão prevalente na comunidade psíquica, tem sido difícil levar a sério quaisquer estudos que tentam validar cientificamente tais alegações. Entretanto, o teste cego feito pelo psicólogo Dr. Gary Shwartz, da Universidade do Arizona, com uma série de supostos médiuns, sugeriu que pelo menos alguns deles tinha uma incrível capacidade de adquirir informações que só poderia ser conhecido pelo falecido. Enquanto sua metodologia tem sido virulentamente atacada pela comunidade científica ortodoxa, para aqueles que se aproximam de sua pesquisa com uma mente aberta, a sua evidência é convincente e fortemente sugestiva da existência post-mortem.