quarta-feira, 23 de julho de 2014

Fotos perturbadoras e suas horripilantes histórias

Por algum motivo, a maioria de nós, se não todos, temos uma curiosidade mórbida muito saliente. Nós gostamos de filmes de terror, casas assombradas e coisas do gênero não é mesmo? Pois é, hoje vamos ver algumas fotos que realmente mostram fatos históricos assustadores!
Observação: Este artigo contém imagens e informações de que alguns leitores podem achar perturbadoras.

Os restos carbonizados de Vladimir Komarov

Em 1967, o astronauta russo Vladimir Komarov foi encarregado de uma missão na órbita da Terra. Vladimir disse para algumas pessoas que estava condenado, mas ele recusou-se a desistir, porque ele não queria que o homem que iria substituí-lo, seu melhor amigo Yuri Gagarin morresse. Gagarin tinha inspeccionado a nave e descobriu alarmantes 203 problemas estruturais, mas os  superiores, com medo de perder seus empregos, não levaram os relatórios a cadeia de comando. As avarias começaram logo que a nave começou a orbitar a Terra. Como dito antes, Komarov dizia que sabia que ia morrer. A cápsula desceu e os pára-quedas falharam, e Komarov foi ouvido xingando o governo russo por matá-lo, atacando com raiva até seu último suspiro. A foto abaixo é tudo que restou de Vladimir depois de sua missão fatal.



As sombras de Hiroshima


O bombardeio atômico de Hiroshima, é um dos incidentes mais notórios da história. O número de mortos estava na faixa de 90.000 - 166.000 pessoas, sendo que metade dessas mortes ocorreram no primeiro dia. Quando a bomba chamada "Little Boy" foi detonada, houve uma intensa "explosão luminosa", que parcialmente consistia de radiação. As pessoa que estão perto dessa parede, obstruíram  a luz apenas o tempo suficiente para que nenhuma radiação atingisse a parede atrás deles, criando as sombras permanentes dos que ali estavam. Uma memória bem macabra.


Blanche Monnier


A imagem mostrada aqui se parece com uma foto promocional de um filme de terror, algo parecido com um filme de exorcismo. Mas, infelizmente, a imagem é real e a história por trás é muito mais assustadora.Os Monniers eram uma família de classe média alta que viviam em Poiters, França no final de 1800.A filha, Blanche, desapareceu quando ela tinha 25 anos de idade, sem levantar suspeitas. Uma carta anônima foi enviada para Procurador-Geral e teve a seguinte redação:"Monsieur Procurador-Geral: Tenho a honra de informar de uma ocorrência de excepcional gravidade. Eu falo de uma solteirona que está presa na casa de Madame Monnier, passando fome e vivendo em uma maca podre nos últimos 25 anos -. Numa palavra, em sua própria sujeira "A polícia encontrou-a trancada em um quarto, coberto de sujeira e excrementos, pesando apenas 55 quilos, nunca tendo visto o sol em 25 anos. Sua mãe e seu irmão haviam trancado-a  para evitar seu casamento com um homem que eles consideravam inapto para se juntar a sua família. Embora ela tenha conseguido ganhar um pouco de peso, ela nunca recuperou sua sanidade, e morreu em um hospital psiquiátrico 13 anos depois de ser libertada de seu próprio inferno pessoal.


Pogo, o palhaço

Além de ser aterrorizante de qualquer forma, porque palhaços são aterrorizantes em geral, o bobo da corte malévolo na imagem abaixo é a própria face do mal. Isso porque Pogo, o palhaço,  é o serial killer e estuprador John Wayne Gacy, "The Killer Clown", como ficou conhecido. Foi o responsável pela agressão sexual e assassinato de pelo menos 33 jovens do sexo masculino durante o período de apenas seis anos. Ele matou todas suas vítimas dentro de sua casa, enterrando-os no forro e outros locais em toda a propriedade. Quando ele foi preso em dezembro de 1978, ele confessou ter "25 ou 30" homicídios, e tinha começado a jogar suas vítimas da ponte I-55, porque seu forro estava cheio.


A vítima desconhecida


Dean Coril, conhecido como The Candy Man, devido à sua propensão para distribuir doces para as crianças do bairro, é um dos assassinos em série mais prolíficos da história da América. Junto com seus dois cúmplices David Brooks e Elmer Henley, Coril estuprou, torturou e assassinou, no mínimo, 28 meninos entre os anos de 1970-1973.Coril foi morto a tiros por Henley que está cumprindo uma sentença de 600 anos de prisão por seu papel nos assassinatos, e em 2012 um cineasta teve permissão de rever seus objetos pessoais, que haviam sido despejados em um ônibus escolar velho. Entre elas, ele encontrou uma Polaroid de um menino algemado, deitado no chão com um olhar aterrorizado e a caixa de ferramentas do Coril, com instrumentos de tortura em primeiro plano.É uma imagem de revirar o estômago, ainda mais arrepiante pelo fato de que ninguém sabe quem é a criança, e isso significa que há mais vítimas de Candyman, que a polícia não teve conhecimento.





Perturbador não? Curtam nossa fanpage no Facebook e bons sonhos.

5 comentários:

  1. Todas as histórias são terríveis, mas fiquei com medo mesmo foi do palhaço Pogo. A mente doentia de um ser humano é a pior arma do mundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente.... a mente do ser humano me assusta mais do que qualquer coisa! Valeu pela visita... Avraços!

      Excluir
  2. Olha gente... Tenho nove anos vi as imagens li as historias e nao vi nada demais... Quero historias boas assustadoras pois ja li centenasss

    ResponderExcluir