quarta-feira, 30 de julho de 2014

7 razões para você acreditar em fantasmas

Eu acredito que há uma série de boas razões para, pelo menos, estar aberto à ideia de que os fantasmas podem muito bem viver entre nós. Eu sei que nenhuma delas por si só constitui uma prova de que os fantasmas existem, mas quando combinadas nos dão um bom exemplo de que pode haver algo de concreto por trás dessas coisas que fazem barulho durante a noite.

Contatos mediúnicos

É claro que, por causa da história de fraude tão prevalente na comunidade psíquica, tem sido difícil levar a sério quaisquer estudos que tentam validar cientificamente tais alegações. Entretanto, o teste cego feito pelo psicólogo Dr. Gary Shwartz, da Universidade do Arizona, com uma série de supostos médiuns, sugeriu que pelo menos alguns deles tinha uma incrível capacidade de adquirir informações que só poderia ser conhecido pelo falecido. Enquanto sua metodologia tem sido virulentamente atacada pela comunidade científica ortodoxa, para aqueles que se aproximam de sua pesquisa com uma mente aberta, a sua evidência é convincente e fortemente sugestiva da existência post-mortem.


Orbes

Em evidências fotográficas das aparições, o "fantasma" geralmente se parece muito com uma pessoa viva, com graus de transparência evidentes (embora alguns possam ser totalmente opacos), se tratando de orbes, veem-se apenas pequenos círculos de luz (geralmente não aparentes no momento a foto foi tirada). Claro, esferas podem ser criadas de outras maneiras: partículas de poeira, gotas de água, e até mesmo insetos voadores podem produzir orbes se eles voarem muito perto do flash da câmera quando o obturador disparar,é por isso que a maioria dos orbes são provavelmente apenas casos comuns.Existem alguns exemplos, no entanto, de orbes estranhamente claros ou bem definidos que lançam sua própria luz(sugerindo que eles são iluminados internamente) ou outros que são parcialmente escondidos atrás de objetos, sugerindo que eles estão muito longe de ser uma partícula de poeira ou inseto pego no flash. Evidência de fantasmas? Não necessariamente, mas possivelmente evidência de que um outro mundo pode existir paralelamente ao nosso, que é tão real e tangível como o nosso.

Precedência Histórica

Se fantasmas fossem fenômenos recentes, como o Pé Grande ou o Chupa Cabras, poderia ser fácil descartá-los como um subproduto da imaginação fértil de nossa cultura, mas histórias de fantasmas e assombrações percorrem milhares de anos. Na verdade, relatos de fantasmas podem ser vistos nos escritos dos antigos gregos e romanos, e a menção de um fantasma pode até ser encontrada no Livro Antigo Testamento de Samuel. Isso não prova nada, é claro, mas isso nos mostra que não somos a primeira geração a lidar com a ideia de que os mortos podem voltar a assombrar os vivos, e que os antigos já presenciaram aparições bizarras há muito tempo.

Relatos de testemunhas oculares

Mesmo se descontarmos uma grande percentagem destes como imaginação, confusão de identidade, ou apenas mentiras, o fato de que milhões de pessoas ao redor do mundo afirmam ter visto um fantasma com seus próprios olhos tem que ser levado a sério. O que é especialmente interessante é o fato de que a maioria das pessoas que afirmam ter visto um fantasma, ou não acreditava neles, ou não estavam à espera de ver um, reduzindo as chances de que a sua imaginação estava brincando com eles.

Distúrbios Eletrônicos

Qualquer pessoa que tenha assistido o programa Ghost Hunters, sabe que fantasmas, muitas vezes sinalizam a sua presença através da interação com aparelhos eletrônicos. Provavelmente o mais conhecido destes dispositivos é a EM-Meter, que mede a energia eletromagnética do ambiente. Claro, a energia eletromagnética é naturalmente alterada por dispositivos eletrônicos de todos os tipos, fiação elétrica, e até mesmo pela Terra em si, por isso não é surpreendente que eles iriam receber "picos" de energia ao longo do tempo. Torna-se interessante, no entanto, quando um pico de energia não tem lógica evidente por trás dele (como um aparelho ou fiação estar próximo). Evidências de um fantasma?Não necessariamente, mas possivelmente evidência de que "algo" está interagindo com o ambiente, e que não é facilmente explicado.

Evidências em Áudio

Embora extremamente rara, tem havido casos em que uma pessoa tem uma "conversa" interativa com uma entidade desencarnada que é realmente gravada, bem como uma conversa normal pode ser. O que é particularmente interessante sobre estes áudios são as respostas do “outro lado”, que mostram que se os fantasmas existem, suas capacidades cognitivas permanecem tão sensíveis na morte como eram em vida.Um bom exemplo disso, e entre os mais famosos, é uma série de fitas feitas pelo falecido psíquico Peter James, no qual ele registra uma conversa interativa com "Jackie", o suposto fantasma de uma menina que se afogou na piscina a bordo do transatlântico de luxo Queen Mary e permanece lá até hoje. Ou foi uma brincadeira super bem elaborada (lembrando que James conseguiu isso com inúmeras testemunhas presentes) ou melhor ainda, evidências de que a consciência humana sobrevive à morte cerebral.

Evidências fotográficas

Enquanto a maioria das fotos que eu vi pretendendo ser de "fantasmas" na verdade eram anomalias comuns de câmera, pareidolia (ver rostos familiares em objetos) erros ou fraudes, de vez em quando eu vejo fotos que desafiam a ciência. O mais interessante, é claro, são manifestações de corpo inteiro de entidades que não foram percebidas quando a foto foi tirada, mas apareceram mais tarde, quando a foto foi revelada. Desde o advento da câmera digital e do Photoshop, no entanto, está se tornando cada vez mais fácil falsificar uma imagem fantasma. Isso ainda não explica essas fotos tiradas antes do advento do computador, ou aquelas em filmes polaroide. Além disso, há uma série de fotos digitais, que também seriam extremamente difíceis de falsificar, mesmo nas mãos de um especialista. Apesar de raras, fotos que parecem mostrar semelhanças com seres humanos falecidos continuam sendo a melhor evidência até agora de que os mortos, por vezes, aparecem para nós e, como tal, existem.


Bom, eu acredito! Já vi coisas estranhas algumas vezes (como meu reflexo ou minha sogra acordando, realmente assustador). E você? Acredita? Deixe aí sua opinião, e se quiser, curta nossa Fanpage no Facebook. Ah propósito, o que é isso aí atrás de você?


Nenhum comentário:

Postar um comentário