quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Os 10 filmes mais violentos da história



Você é daqueles tipos que gosta de um filme bem sangrento? Tiroteios, mutilações e muito ketchup? Selecionei hoje pra vocês os dez filmes mais violentos já exibidos nos cinemas até hoje. Tem estômago forte? Seja bem vindo ao mundo da violência na sétima arte.


Fome animal


Esse filme nem era pra estar nessa lista, pois filmes de terror estão em outro patamar de violência. Mas resolvi colocar Fome Animal aqui por ser um dos filmes mais míticos já existentes. Aqui você vai ver um padre bem louco lutando Kung Fu contra zumbis, uma velha louca comendo um pastor alemão inteiro, mingau de orelha, um bebê psicopata (filho do padre Bruce Lee por sinal). Esse filme é muito bom. O interessante é que esse filme foi dirigido por Peter Jackson, sim, aquele mesmo que mandou o Frodo queimar o anel.

Ponto alto do filme: A cena mais violenta é quando o protagonista, Lionel, sai picando tudo quanto é zumbi com um cortador de grama. É sangue que não acaba mais.





Kill Bill Vol 1 e 2


Quentin Tarantino é mestre em colocar altas dosagens de violência em seus filmes, mas Kill Bill se supera em todos os sentidos. A pancadaria come solta nos dois filmes. Imagina um filme com muita porrada, golpes de Kung Fu, tiro pra todos os lados, cabeças decepadas. Pois é, isso é Kill Bill, um prato cheio para os fãs do gênero.

Ponto alto do Filme: A protagonista contra um exército de mascarados é a cena mais tensa dos dois filmes. Ela manda pra vala 57 infelizes em uma única cena.



Laranja Mecânica


A violência aqui não é apenas violência, é chamada de Ultra Violência. Recheado de sexo e cenas impactantes, esse filme tem o dom de chocar qualquer desavisado. O filme é narrado pelo protagonista, Alex, que junto com seus quatro amigos, chamados de drugs, saem tocando o terror pela cidade, sendo espancando um mendigo ou invadindo casas para satisfazerem seus bizarros desejos por sexo e violência.

Ponto Alto do Filme: A cena em que Alex e seus amigos estupram uma mulher na frente do marido cantando “Singing in the rain”. Vou nem falar do piruzão de louça.


Irreversível


Esse filme de Gaspar Noé merece estar nessa lista por conter uma das cenas mais violentas e chocantes que eu já vi em um filme. A maravilhosa Monica Bellucci sofre um estupro que dura quase 20 minutos em uma cena tão bem feita que parece real. Uma curiosidade desse filme é que ele é contado do fim para o começo, o que faz você ficar meio perdido nos primeiros minutos, mas é um ótimo filme.

Ponto alto do filme: A cena em que o estuprador tem a cabeça esmagada por um extintor de incêndio é punk.




Holocausto Canibal


O filme é bem chato pra falar a verdade, pelo menos na minha humilde opinião, mas as cenas de violência são realmente chocantes e realistas, tão realistas que o diretor do filme teve que levar os atores em um programa de TV para provar que ainda estavam vivos. Outra coisa que foi controversa na época foi que as cenas com morte de animais eram reais.

Ponto Alto do Filme: Uma garota sendo empalada numa estaca de madeira que sai pela boca.


Taxi Driver


Robert De Niro interpreta aqui um dos seus papéis mais violentos no cinema. O clímax do filme se dá em um tiroteio num bordel, que foi tão gore que tiveram que amenizar a cor do sangue pra não ficar tão chocante.

Ponto Alto do filme: Um gigolô tem os dedos arrancados na base da bala.


Assassinos por Natureza


O filme é focado em um casal de psicopatas que saem pelos Estados Unidos matando todo mundo que atravessa seu caminho. Mortes acontecem o filme inteiro e geralmente sem motivo nenhum, apenas pelo prazer de matar.

Ponto Alto do Filme: Quando a protagonista, interpretada por Juliette Lewis, afoga o próprio pai e taca fogo na mãe.


Violência Gratuita


O título do filme já diz tudo né? Assim como em Laranja mecânica, esse filme conta a história de dois jovens que sentem prazer ao ver o sofrimento alheio. O filme é carregado de tensão e é claro, violência, e o que é melhor, gratuita, corra pra pegar a sua. O filme tem duas versões, uma austríaca e outra americana, ambas dirigidas pelo mesmo cara, ou seja, só trocam os atores mesmo.

Ponto Alto do Filme: O assassinato frio e brutal do garotinho do filme chega a dar pena. (Ops, tinha um Spoiler aí, finge que não leu!)



Rejeitados pelo diabo


Esse aqui é sequência de um outro filme chamado “A casa dos mil corpos”, mas considero essa sequência melhor do que o original, que era quase uma cópia do Massacre da serra elétrica (que não era elétrica na verdade). Rejeitados pelo diabo é brutal, com direito a muitos tiros, torturas e sangue a vontade. Um ótimo filme pra quem curte uma violência sem sentido.

Ponto Alto do Filme: Um dos protagonistas arranca a pele do rosto de uma vítima e usa como uma máscara, com o cara ainda vivo. Bizarro!



A história de Ricky


Assim como em Kill Bill, aqui temos muito kung fu, membros decepados e olhos saltando das órbitas. Esse filme aqui tem sangue, muito sangue e um moedor de carne. Não tenho nem palavras pra descrever tanta violência.

Ponto Alto do Filme: A cena em que o cara vira picadinho no moedor de carne é épica.




Bom, vocês vão ter que me dar licença agora, pois esse papo de sangue me deu uma fome danada. Até o próximo post!


Não esqueçam de curtir nossa Página no Facebook!

4 comentários: