terça-feira, 6 de agosto de 2013

The purge, assistir ou não?

O que você faria se uma vez por ano o assassinato fosse descriminalizado por doze horas? Mataria seu chefe, aquele colega mala do trabalho, a vizinha e seus gatos insuportáveis? Pois é, essa é a ideia do filme que falarei hoje:





A ideia do filme eu tenho que confessar que é interessante. Dá uma base para um filme frenético, com bastante ação, suspense, enfim, um filme bem legal. Mas infelizmente não é isso o que acontece, e esse filme mostra claramente como é possível estragar uma boa ideia com um roteiro sem graça e atores mais sem graças ainda (Nem a Cersei conseguiu salvar esse filme).
Acho que ela sentiu falta do Irmão e se esqueceu de atuar!

Como eu disse, a ideia é legal, mas limitaram muito o filme. Em uma noite onde assassinatos são liberados por todos os lados, pra que diabos eu vou querer ficar vendo apenas uma família, (e uma família bem sem graça) tentando se livrar de seus possíveis assassinos.
O filme poderia ter ultrapassado as barreiras daquela casa e ter expandido a história para outros pontos da cidade, mostrar o que acontecia nas ruas, explorar pontos de vista diferentes dessa noite e não ficar preso apenas a uma família  de riquinhos arrogantes. O filme acabou se tornando uma cópia do “O quarto do pânico”, com uma diferença, "O quarto do pânico" foi legal.
Bom, esperei bem mais desse filme, talvez tenha me decepcionado tanto. Não vou recomendá-lo a ninguém. Só espero que se fizerem uma sequencia, que façam direito dessa vez.

É bom nem tirarem essa máscara, ou nunca mais conseguem nenhum papel em filme nenhum... 



Nenhum comentário:

Postar um comentário