quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Sharknado, que porra é essa?

Sou um cara muito ligado em filmes, poderia me considerar um cinéfilo de carteirinha. E no meio de tantos filmes que já assisti na minha vida é claro que tem filmes ótimos e outros que apenas me fizeram perder minutos preciosos da minha vida.
Tem filme que é tão ruim, mas tão ruim que chega a ser legal. Esse é o caso do filme que eu falarei hoje. E o filme em questão é:

Sim, eu assisti essa merda pérola do cinema mundial. Apesar de eu ter dormido
maior parte do filme, o que não dificulta de maneira alguma a compreensão da história(que história?).

O que esperar de um filme onde tubarões de plástico assassinos no meio de um tornado são lançados contra suas vítimas? Bom, como eu já disse, chega a ser engraçado de tão ruim. É impossível não rir quando um tubarão altamente mal feito cai em cima de uma vítima desavisada que tem seus membros devorados.
É um pássaro? Um avião? Não, é a merda de um tubarão(WTF!)

A história do filme é, bem, a história do filme... Ah foda-se a história! Quem precisa de uma história quando se tem tubarões voando por todos os lados? E o mais estranho desse filme, nem é o filme em si e sim o “sucesso” que ele conseguiu. Na internet já existem legiões de fãs clamando por uma sequencia. E parece que vem mais por aí mesmo. Se a intenção dos idealizadores do filme era chegar a um nível de bizarrice tão profundo que deixaria as pessoas tão perplexas a ponto de gostar da produção, tenho que dar meus parabéns, pois eles conseguiram. E não venham me falar de Piranhaconda, Crocossauro, Xuxa no caminho das Fadas ou O guerreiro didi e a ninja lili, pois Sharknado está em um patamar único de tosquice (se bem que qualquer filme do Didi também  não fica muito atrás não).

Veja mais alguma imagens desse "clássico":
Velho, não tem nem o que comentar. Como alguém pode conceber isso? Deve ter comido cocô, só pode!

Essa parte é minha favorita! O cara se joga com uma motosserra dentro da boca do tubarão, estraçalha o bicho tudo por dentro e SURPRESA: sai vivinho lá de dentro, e como se não bastasse sair vivo, ainda traz consigo a mocinha do filme, que havia sido devorada pelo mesmo tubarão a algumas cenas atrás. E SURPRESA! Ela também tá vivinha da silva, sem ferimentos, nem a motosserra acertou ela dentro do estômago do animal. Foi nesse momento que eu falei o mais alto "PQP" da minha vida.

Bom, esse foi o primeiro post sobre filmes. Se um dia estiver em casa, desiludido da vida, querendo se matar com uma espátula para patê, eu recomendo que assista Sharknado e tenha uma nova perspectiva de vida, onde tudo pode acontecer, até um tornado de tubarões.
E de brinde deixo essa foto de uma fã do filme e o cosplay mais sem noção que eu já vi.



Nenhum comentário:

Postar um comentário